Garimpando
Seul: encontro com o diferente

Foi bastante inusitado visitar esse destino. Eu tinha algumas ideias formatadas na minha cabeça, onde algumas vingaram e outras caíram por água abaixo.

Na verdade, achei que a capital Seul seria um tumulto geral e fiquei bastante surpreso ao dar de cara com uma cidade moderna, com um design singular e, ao mesmo tempo, com alma própria, preservando a história e seus costumes.

A Coreia do Sul passou por um verdadeiro "boom", sendo uma das sedes da Copa do Mundo junto com o Japão em 2002, e isso deixa (até hoje) boas marcas de contemporaneidade em todos os cantos, principalmente no coração do país.

A hotelaria, como em todo o mundo, tem suas redes de alto luxo e o conveniente é sempre ficar em uma bandeira internacional para não estranhar por demasiado os costumes.

Os museus de história e os antigos palácios são deslumbrantes e contam muito dos diversos períodos vividos pelo país e sua constante luta contra a política e os irmãos da Coréia do Norte. Uma luta triste, que volta e meia deixa os sul coreanos bem amedrontados e os norte coreanos oprimidos.

Edifícios como os da Samsung e da Hyundai são escandalosamente lindos e ficamos todos simplesmente de queixo caído ao visitá-los. Vidros, luzes, arquiteturas estonteantes, uma loucura criativa e inventiva sobre largas e fantásticas avenidas.

Talvez tenha sido a gastronomia o que mais estranhamos, afinal, os preparos dos pratos são um pouco gordurosos e isso deixou-nos um pouco ressabiados. Mas saibam, provamos absolutamente tudo, afinal, garimpar é exatamente não ter medo de experimentar o novo.

Tanto as roupas como os artesanatos típicos são ricos e incríveis, com muita riqueza de detalhes, com muitos bordados e cores, sedas e pedrarias.

Os banhos públicos, assim como no Japão, fazem parte do dia a dia dos sul coreanos e investimos bastante nesses spas com massagens e terapias maravilhosas.

O comércio é um delírio; tínhamos vontade de comprar tudo o que encontrávamos pela frente e, muitas vezes, comparávamos com outros países do oriente; os valores estavam bem mais acessíveis. Fomos obrigados a aumentar o número de malas e suas capacidades, afinal, como não aproveitar algumas relíquias e iguarias locais. Amamos trazer lembranças típicas para que possamos relembrar e contar histórias vividas.

Viajar, garimpar e descobrir são instrumentos que enriquecem tanto nossas vidas que não existiriam bibliotecas e mestres suficientes capazes de ensinar o que aprendemos em poucos dias, convivendo com um povo diferente do nosso e com culturas tão distantes.

São esses os verdadeiros presentes e prazeres da vida. Essa a verdadeira razão desse tamanho deslocamento: a autêntica comunhão entre os diferentes. Abraços povo sul coreano e amigo.

Marcelo Sampaio – Apresentador e Consultor Mercado Premium – (11) 3021-0116 / 99979-1784 – www.marcelosampaio.com - @garimpandolife



 
O Luxo da Natureza a seus pés

Quanto tempo eu não ia até Foz do Iguaçu. Voltei agora e fiquei simplesmente apaixonado com as experiências que vivi dentro do maravilhoso Parque Nacional das Cataratas.

O Parque é simplesmente um orgulho nacional, hiper organizado e repleto de intensa beleza. As Cataratas por si só já valem qualquer ida a Foz, uma das 7 Maravilhas da Natureza do Mundo.

A hospedagem precisava fazer jus a essas maravilha, então, ficamos hospedados num histórico hotel, inaugurado há anos por Juscelino Kubitscheck: Belmond Hotel das Cataratas. Simplesmente um arraso em todos os sentidos. Não é à toa que está sempre entre os melhores da América do Sul.

O staff esteve absolutamente engajado em prestar os melhores serviços desde o check in até a programação de atividades pelo Parque Nacional.

As instalações são dignas dos melhores elogios; em cada cantinho observamos o capricho e o cuidado com o que chamamos de exemplar.

Os quartos deliciosos e muito confortáveis com os mais delicados amenities. De verdade, recebem com a mais pura sofisticação.

Dispõe de um Spa com massagens diversas mais saunas muito bem montadas que dão o toque relax ao local.

A área da piscina arrasa e, passar horas ali curtindo, bebendo um bom drink, observando a natureza ao redor e os diversos pássaros que por ali sobrevoam é uma das melhores opções. Que momentos lúdicos.

A gastronomia... bem, a gastronomia é um ponto a parte. Desde o perfeito café da manhã, passando por petiscos da piscina, buffets de almoços e jantares até o deslumbrante e clássico restaurante Itaipu, é digna de palmas e elogios sem fim.

O Belmond Hotel das Cataratas é o único hotel onde existe a possibilidade de você caminhar pelo Parque Nacional sem a interferência de visitantes, ou seja, antes das 09h e após as 17h ele está inteiro para nos admirarmos essa grandeza infinita e poderosa.

A cidade de Foz também possui diversos encantos e ter a oportunidade de visitar o Parque das Aves, fundado em 1994 com 17 hectares de mata nativa bem pertinho da entrada do Parque Nacional das Cataratas, é literalmente fantástico.

Meu filho sentiu-se todo importante em participar desse momento único de aprendizado. Foi algo inexplicável.

Conhecemos filhotes diversos e como acontece o crescimento deles, as técnicas utilizadas para o treinamento de algumas espécies e a busca por inseri-las de volta à natureza. Um trabalho digno de louvor que preserva o que existe de mais sublime em nossas florestas: aves raras, coloridas e cheias de magnitude. Emocionante e realmente de tirarmos o chapéu, afinal, ali, a dedicação é intensa. Pudemos interagir com Tucanos, Flamingos, Araras e outras diversas lindas espécies que nem conhecíamos. Entrar no Back Stage é, de verdade, uma aula de vida e consciência.

Agora, falando em guloseimas, perto do centro da cidade, ao lado da suntuosa Mesquita, encontramos uma fábrica e loja de doces árabes que nunca vi igual em minha vida: Albayan. Meu Deus, que lugar! Vindos do Líbano, os donos produzem receitas antigas que aprenderam com as gerações passadas mantendo a tradição no preparo. Delícias e mais delícias. Uma loucura quando observamos a quantidade de doces preparados em tachos de cobre e alpaca típicos do oriente. Fui obrigado a trazer variados sabores para dividir com minha família aquelas gostosuras. Imagina se não piraram aqui?

Alugar um carro e rodar por todo lado é bastante interessante, pois isso, possibilita-nos atravessar as fronteiras e conhecer cantinhos bem pitorescos, tanto do lado brasileiro como do argentino, bem como visitar a monumental Usina de Itaipu. Imperdível!

Foz está linda e é um passeio ideal, além de cultural, para realizar com a família. Tenha a certeza de que você voltará outras vezes, pois o destino marca e deixa muitas saudades.



 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 1 de 14

Indique !